fbpx

A Ceia não é Santa!

Não se assuste com a expressão, mas a Ceia não é Santa, nós nos acostumamos com o tempo cristão, A Santa Ceia do Senhor, mas biblicamente falando, a Ceia não é Santa, trata-se de um símbolo, de um mandamento, e neste artigo vamos falar sobre isso.

Antes de ler este Artigo, conheça o Curso Online que está revolucionando a vida espiritual de muitos cristãos, Curso Inteligência Espiritual e Emocional: CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS

A CEIA NÃO É SANTA!

INTRODUÇÃO

Nós crentes temos uma tradição muito forte em aprender as coisas ouvindo os outros e as vezes nos esquecemos de ir consultar o real significado das coisas, é claro que a nossa função não é ficar procurando defeito em tudo para criticar, mas queremos apenas trazer um esclarecimento sobre esse assunto.

Mesmo que estamos acostumados a dizer que a Ceia é Santa, Biblicamente falando a Ceia não é Santa e a seguir leia atentamente este estudo e tire as suas próprias conclusões.

PORQUE A CEIA NÃO É SANTA

A Bíblia não tem esse termo “Santa Ceia”, esse termo ficou conhecido pelas igrejas que apregoam a idéia de que quem não peca, pode participar, o problema é que pecamos todos os dias e proibir as pessoas de participarem da Mesa do Senhor ou da Ceia do Senhor é o mesmo que proibir as pessoas de declararem sua aliança com Cristo.

E diante do arrependimento, não há nada que possa impedir uma pessoa de participar do Corpo de Cristo, pois a Ceia não é do homem, muito menos de uma denominação, mas ela é um mandamento do Senhor, a Ceia é do Senhor, e deixo bem claro, estou falando de crentes convertidos e batizados.

É incoerente uma pessoa que pecou o mês todo proibir o próprio irmão de participar o acusando do pecado, se é crente e se arrependeu, Deus já não perdoou? Ou Deus precisa de 6 meses ou 1 ano para liberar o perdão? O perdão é a longo prazo?

Por isso Paulo disse:

“Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice; pois quem come e bebe indignamente, sem discernir o corpo, come e bebe juízo para si.” (1Co 11. 28-29).

O QUE É PARTICIPAR INDIGNAMENTE? A Ceia não é Santa!

O participar indignamente não tem ligação com o pecado, porque se houve arrependimento, Deus já perdoou, o texto é claro em dizer que tomar indignamente é participar sem discernir o que é o Corpo de Cristo e o que é a Ceia do Senhor.

Paulo estava exortando a Igreja de Corinto pela desordem para tomarem a Ceia, uns comiam porque tinham fome, outros se embebedavam com o vinho ( vs 34 ) que por sinal, quem proíbe outros de participarem, ainda não discerniu o que é a Ceia do Senhor.

A Ceia do Senhor não é uma declaração de santidade como muios pensam, mas é uma declaração que existe uma aliança com Deus, através do arrependimento e reconhecimento que somos pecadores e dependemos dessa aliança.

Lembrando aos tradicionais que meu intuito não é confusão e nem polemizar, mas é esclarecer o que muitos não ensinam, talvez por não terem tido a oportunidade de conhecer o que é a Ceia do Senhor.

QUANDO SURGIU A CEIA DO SENHOR?

Não se assustem, mas este símbolo que representa a aliança com Deus já existia desde a Antiga Aliança, tanto que Jesus falou da Ceia como uma renovação, falando agora da nova aliança, não que a antiga não existia tal símbolo.

Paulo falou sobre isso na sua primeira Carta aos Coríntios!

Portanto, irmãos, não quero que ignoreis que nossos antepassados estiveram todos debaixo da nuvem e todos passaram pelo mar. 

Em Moisés, todos eles foram batizados na nuvem e no mar. Todos comeram do mesmo alimento espiritual, e todos beberam da mesma bebida espiritual, porque tinham a sede saciada pela rocha espiritual que os acompanhava, e essa rocha era Cristo. 

Entretanto, Deus não se agradou da maioria deles; e, por isso, seus corpos ficaram espalhados pelo chão do deserto.” (1 Co 10-1-5) 

TODOS FORAM BATIZADOS E PARTICIPAVAM DE UM ALIMENTO ESPIRITUAL

Muitos aqui confundem este alimento e bebida espiritual com o Manã, mas isso é um equívoco, porque o Manáh não era uma comida espiritual e sim física, era visível e podiam pegar e sentir o sabor. Agora quando Paulo fala dessa comida e bebida espiritual, trata-se do símbolo da aliança no Antigo Testamento.

Outro detalhe, é que Paulo deixa claro, todos foram batizados, porque isso trata-se de um princípio de Deus, que revela quando Deus chama o homem para uma aliança, Deus sempre vai fazer o homem passar pelas águas.

Adão ao sair do Éden, refez a aliança com Deus e pra sair do Éden, foi preciso atravessar um dos rios que cercavam o Jardim, alguns historiadores afirmam que foi o rio Eufrates, simbolizando assim o seu batismo.

Assim, a partir de Adão, todos que Deus fez aliança, simbolicamente atravessou águas, isso você vai encontrar facilmente nas história do Antigo Testamento, o próprio Abraão passou a ser chamado de Hebreu após atravessar o rio, depois que saiu de Harã para chegar em Canaã, a palavra Hebreu significa:

O transpassador de águas ou aquele que veio das águas.

A PROMESSA FEITA A ABRAÃO

Você está lendo sobre: A Ceia não é Santa

A geração comparada a areia da praia, não é em relação apenas a quantidade, tanto que no fato das estrelas, Abraão não tinha como contar, muito menos seria possível contar os grãos da areia do mar, Deus ao falar da areia da praia ou do mar, estava falando daqueles que passariam pelas águas também (Gn 22.17)

Ou seja, ao observar a areia da praia, você vai ver que a todo momento, as águas passam por elas, lavando-os e as purificando, por isso, Deus falou disso, Deus ao chamar o homem, o homem precisa passar pelas águas.

É por isso que Paulo disse que todos foram batizados, pesquisando o Antigo Testamento, você vai ver que todos passaram por algum tipo de água, até mesmo Noé e sua Família, ao recomeçarem a aliança, passara de forma simbólica pelas águas dentro da Arca, que representa o próprio Cristo.

PROIBIR UMA PESSOA TOMAR A CEIA É UM PERIGO A Ceia não é Santa!

O tradicionalismo religioso sempre vai colocar pessoas em risco, por faltar o conhecimento Bíblico do que seja a Ceia do Senhor, muitos líderes proibem seus membros de participarem, mesmo depois desses membros terem se arrependido do que fizeram.

E proibir um cristão convertido de participar da Ceia do Senhor é o mesmo que impedir o membro de declarar a sua aliança que fez com Deus no arrependimento, porque o termo Santa Ceia faz as pessoas pensarem isso, só pode participar quem nunca pecou.

A Ceia não é Santa, a Ceia é um símbolo, é uma declaração que existe uma aliança, Santo é o Senhor, e sua Santidade pode santificar a Igreja, e para fazer parte do Corpo de Cristo, precisa parcitipar da Mesa do Senhor ou da Ceia do Senhor.

A NECESSIDADE DE CONHECER A BÍBLIA

É extremamente urgente nossos líderes e pastores conhecerem a Bíblia, para não cometerem este ato de declarar que a Ceia é Santo e fazer todos acreditarem que só pode participar quem não peca. A ceia não é Santa, A Ceia é uma declaração de amizade com Deus.

A Ceia do Senhor é para quem passou pelas águas, se arrependeu e confessou o que fez, após isso ninguém pode barrar essa pessoa de declarar a sua amizade com Deus, porque isso é grave.

Encerro meu artigo dizendo mais uma vez: A CEIA NÃO É SANTA!

Pr Vagner Lisboa

 

POST: A Ceia não é Santa!

TAGS: A Ceia não é Santa, Santa Ceia ou Ceia do Senhor?, A Ceia do Senhor

POST SEMELHANTE: https://pastorvagnerlisboa.com.br/a-gloria-da-segunda-casa/

 

Tags: | | |

Sobre o Autor

Pr Vagner Lisboa
Pr Vagner Lisboa

Pastor Vagner Lisboa, professor de Teologia Bíblica e conteúdos de pregação, é casado com Patricia Lisboa, pai de Isabela Lisboa e Lucas Lisboa, mora atualmente em Portugal e é fundador do Instituto de Inteligência Bíblica em Portugal

3 Comentários

  1. Shalom, pastor Vagner Lisboa.
    Alimento substânciada na palavra, coerência etc.
    Pastor a ceia ( jantar ) para os judeus, é uma vez por ano, porque a igreja ( instituição ) na sua maioria faz ao mês. Então temos 2 dois erros, proibirem os fiéis e na aplicação desse ato simbólico.
    PR. Marcos Anjos.

  2. Boa tarde pr. Vagner, eu concordo que a ceia não é santa, há confusão devido ao que é sagrado e o que é tradição.
    Com relação a ficar sem tomar a ceia eu não concordo até porque aqueles que seguiam Jesus pecavam , vejo o conceito de pecado muito abrangente e todos os dias pecamos porém somos incomodados pelo espirito Santo e nos arrependemos e somos perdoados mas temos que vigiar pra não estar insistindo no mesmo erro pois o pecado na vida do crente tem que ser acidente.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *